sábado, julho 07, 2007

A Margem esquerda do rio.


Ja pensaram que ninguem é do mesmo jeito sempre? e que até mesmo o rio possui duas faces? duas margens que correm juntas, independente para onde ele vai, as suas margem o acompanham. Parece banal, mas é nestas pequenas observações que surgem as maiores refexões. Ora, as vezes se faz necessário despertar dentro de si a outra margem, aquela que sempre é mais tortuosa que desvia-se mais do caminho original do rio. Aquela, que se embrenha em florestas, que se arrasta pelas montanhas, que se divide em riachos, lagos, mas que no final sempre retorna para o seu leito afim de chegar ao mar, ao grande mar de sonhos, tão esperado e idealizado por muitos. Em que margem do rio você está agora? Está naquela que você sempre almejou estar? está na margem dos seus sonhos, dos caminhos do seus sonhos? na magem das suas tradições? preciosas tradições que te prendem à pequenezas da vida? Na margem que lhe parece a ideal para atingir o mar mais rapidamente? Pense bem!
As vezes é necessário se embrenhar por caminhos diferentes! conhecer situações diferentes das que você está acostumado, criar novos hobies, descobrir coisas novas, andar por caminhos arriscados e perigosos, fazer coisas que você jamais se imaginou fazendo, dar a chance àquela pessoa tão diferente de fazer diferença em sua vida. É esta a outra margem, a margem esquerda do rio, a que se escuta tanto falar, mas que é dificil de se imaginar. Viva a vida, seja responsável, crie oportunidades, ame, chore, se apaixone, beije, beba uma cerveja com os amigos, e esqueça! nem que seja por um tempo, àquela margem direita, a que é direita para o sucesso, mas somente para isso. Ou se você for bom o suficiente, viva as duas margens, mas cuidado! você pode se afogar.

Um comentário:

DayLuck disse...

Paz!

hauHAUhau
seu texto fiko MTO bom!!
Parabéns!

vc ja serve pra...
maltratar criancinhas cristãs ehuaheuhUAUHu

Abraço Manfredo II
Fik cm Deus!!